.

.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011



Sua síndrome não era do pânico. Era do afeto.

Ela só temia não ser amada urgentemente.


(Sabrina Davanzo)

Um comentário:

  1. Lindo isto, menina...
    Como você faz-se crescer a cada abraço!

    beijos

    Edson

    ResponderExcluir

Vem cá, me dá um abraço?!?!?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...